Livro Completo
O PRIMEIRO DIA LÁ... E AQUI TAMBÉM... - 11/11/02

Por aqui, as coisas simplesmente aconteceram... Rotina... Acordar, trabalhar, caminhar... Nada além do normal. Na hora do almoço, um momento de alegria, misturado com saudade, com aperto no coração... Chorei, é claro! Abro minha caixa postal e de repente leio...

alexandredegraus@uol.com.br wrote:

Olá, Moniquinha.
Já no avião pude sentir sua dedicação mesta minha nova "loucura", quando fui escovar os dentes e vi tudo que você havia comprado, com tanto carinho. Obrigado.
O vôo foi ótimo, tudo correu bem, graças a Deus. Estou em Pamplona e um pouco confuso, normal, o albergue dos Peregrinos está fechado, fui à oficina de turismo pegar alternativas para pernoitar em Pamplona e seguir rumo a Santiago no dia seguinte, busquei umas três pensões oferecidas e todas estavam fechadas, então resolvi escutar o santo, Santiago, vou hoje, às 18:00h para Roncesvalle fazer o caminho mais usual dos Brasileiros , me rendi ao convencional, lá às 20:00h tem a missa, o start inicial, onde o padre ora para os peregrinos que estarão iniciando o caminho no dia seguinte, então estarei lá para receber a benção dos peregrinos. Estou curtindo o que estou vendo aqui, na Espanha, mas ainda é muito prematuro, vou ter meus 34 dias para avaliar melhor este velho Mundo tão cheio de história.
Avise minha família que estou bem e tudo esta correndo como o esperado, um pisciano no Brasil é pisciano no mundo todo, não adianta atravessar o Atlântico.
Bjs
Hablamos depois."

Uma emoção forte tomou conta de mim... Chorei tanto... Lá estava ele, the one I love, realizando seu sonho... E tudo tinha corrido bem... Com relação ao fechamento dos albergues, já tínhamos consciência de que isso poderia acontecer... Mas, tomara que ele tenha resolvido tudo. Peguei o telefone, liguei para sua mãe, para sua irmã, para minha mãe, e as mantive informadas...

Fiquei pensando qual seria a lição de hoje! Sim, pois a cada dia desta "nossa" caminhada, teríamos uma lição para aprender. E acho que a de hoje é o PLANEJAMENTO. Planejar, é antever o que pode dar certo e o que pode não dar tão certo, é ter o tal plano de contingência pronto para uma eventual emergência, ou até mesmo quando as coisas não acontecem como esperávamos.

Eu, sempre fui muito planejada, sempre me preocupei muito com detalhes, e meu PP na verdade, acha que a vida "deve acontecer", ele pode ser até chamado de o Homem Let it be... Desde sempre, a falta de planejamento dele e o meu excesso de planos em contrapartida, foram um incômodo para o casal... Mas, estamos encontrando nosso "caminho do meio", nosso "break even point", quando ainda não obtivemos lucro, mas também não ficamos no prejuízo, neste delicioso investimento da vida a dois... ("marketeiramente" falando).

Mais do que antever o que pode não dar certo, o planejamento nos permite organizar a vida, os pensamentos, programar tudo o que precisamos, para que sejamos realizados, que consigamos atingir nossos objetivos...

É claro, que dependemos de fatores externos, que muitas vezes, podem fazer nossos planejamentos mudarem seu rumo, mas aí teremos que usar nosso bom senso, uma dose extra de intuição e tentar resolver tudo da melhor forma possível. O mais importante é: Ter um objetivo, viabilizá-lo, e principalmente acreditar nele.

O planejamento desta viagem não se deteve muito à Pamplona, até porque, em princípio, era uma cidade grande, que tem até aeroporto, e que, com certeza, teria bons e variados lugares para se hospedar... Pois olha a surpresa do destino! Nada de hospedagem. E sendo assim, PP resolveu ir atrás de seu sonho, e já começar a sua "peregrinação", rumo ao primeiro encontro com Santiago recuando um pouquinho no seu caminho, voltando para a cidade anterior à Pamplona, chamada Roncesvalles, para lá assistir à missa de boas vindas. Pronto: agora sim, a viagem estava começando! Ele teve uma "penitência" por não ter pensado nessa possibilidade, mas ao mesmo tempo, foi premiado com a participação na missa. A penitência foi ter que "dar uma de caranguejo" e voltar um pouquinho, indo até Roncesvalles, para poder assistir à missa na igreja ao lado do albergue, que na verdade foi um hospital de assistência aos peregrinos (construído em 1127).

A história de Roncesvalles é muito ampla e interessante (foi cenário de uma importante batalha em 778, na qual os bascos destruíram a retaguarda do exército de Carlos Magno).

Bom, quem sabe, se tudo tivesse também tão planejadinho, ele até perdesse a oportunidade de conhecer um lugar tão interessante...

Agora, a pergunta que não quer calar é: PLANEJAR OU NÃO PLANEJAR, EIS A QUESTÃO?!?!!?!?